27 de janeiro de 2014

Grammy Awards - O Melhor da Música. Mas será?

     Hoje eu estava me questionando sobre a necessidade de certos eventos, e tudo por causa do 56 º Grammy, que aconteceu no último Domingo em Los Angeles. Tipo, tinha tanto artista maravilhoso faltando entre os campeões e gente, como assim Royals é a melhor canção do ano? 
      As vezes acho que isso tudo é combinado ou comprado. Sim, eu estou questionado a veracidade disso tudo. Não estou baseando me apenas na minha opinião ou gosto pessoal. Vi muitos comentarem o mesmo em redes sociais e muitos amigos meus dizem o mesmo. 

      Tudo bem que eles julguem a parte técnica da coisa, mas tipo: -De que adianta ser tecnicamente perfeito se não chega no coração do público. Pra citar Royals novamente, sinto muito todos que gostam, mas acho a música chata e de dar sono. 
      No mais, há algo bom nestas premiações: O banho de moda que temos o prazer de degustar visualmente. Kate Perry estava divina com seu vestido cheio de notas musicais, num tule nude cheio de transparência.     
      Outra que estava fantástica era Colbie Caillat, que arancou suspiro no seu belo e elegante vestido vermelho assinado pelo nada mais nada menos Ezra Santos.
     Admito que não me agradou o look da Madonna, mas se ela quis se destacar ela conseguiu. Ela fez a linha andrógina usando alfaiataria masculina Ralph Lauren e usou até bengala. O look combinou perfeitamente com o do filho que a acompanhava. O chapéu ficou exagerado, mas no todo ficou bem estiloso. Sem falar no complemento das jóias que a deixaram um tanto mais sofisticada.
     Não sou muito fã de Paris Hilton, mas desta vez ela acertou em cheio no visual. O vestido branco de gola alta bordada... A parte com arabescos parece transparente, mas na verdade é um tecido beje, mas a deixou ainda mais sensual.  
    Eu não tenho intimidade com o trabalho da Sara Bareilles, mas esse look me fez querer conhecer melhor sobre ela. Ela estava linda em um vestido com calda que deixa a vista as lindas pernas que a moça possui. 
        E o que dizer de Bonnie McKee com esse lindo longo azul. Lindíssima e refinada. Ela já apareceu bem excêntrica em outras premiações, mas aqui, acertou em cheio. Destaque para a sua bolsa vermelha. Uau!
     E pra finalizar a maravilhosa Skylar Grey, que me pareceu um tanto triste na cerimônia... Impressão minha? Ela surgiu linda com mais um vestido nude para a noite. Seria a temporada do nude? Ficou belíssima!

     No mais, abaixo segue os principais prêmios da noite. Uma ótima semana para todos.

Álbum do ano: "Random Access Memories" - Daft Punk 
Melhor gravação do ano: "Get Lucky", Daft Punk e Pharrell 
Melhor performance pop de duo ou dupla: "Get Lucky", Daft Punk e Pharrell 
Melhor álbum de música eletrônica: "Random Access Memories" - Daft Punk 
Melhor apresentação solo pop: "Royals" - Lorde 
Canção do ano: "Royals" - Lorde
Artista revelação: Macklemore & Ryan Lewis 
Melhor canção de rock: "Cut Me Some Slack" - Dave Grohl, Paul McCartney, Krist Novoselic & Pat Smear 
Melhor colaboração de rap: "Holy Grail" - Jay Z Featuring Justin Timberlake 
Melhor produtor do ano não clássico: Pharrell Williams 
Melhor álbum vocal pop: "Unorthodox Jukebox" - Bruno Mars 
Melhor álbum country: "Same Trailer Different Park" - Kacey Musgraves

2 comentários:

  1. Eu sou suspeita a dizer que discordo de você Takuma-san, afinal eu sou muito fã da Lorde. uehuehuahsuahsuash
    Mas enfim, pelo que li em seu post achei bem pessoal, e gostos são bem relativos até porque é como você disse no 3º paragrafo acima ela [a música] dá sono, (ouça as músicas da Lana Del Rey/amor/sono aquilo sim dá sono... aushauhsuahsuahs mesmo assim gosto muito dela!!) para mim ela não dá sono eu gostei bastante principalmente o coral de fundo cantando (é um coral, né?)... É um estilo bem indie talvez você não tenha se agradado por isso, haha eu recomendo você ver a versão cover de Royals da Pixie Lott é lindo e bem animado, tenho certeza que você vai gostar!! lol
    Eu não acho que seja comprado também não, nem todas as vezes são assim; é bem comum hits serem sempre (SEMPRE, ou quase!) os melhores do ano e principalmente sendo de cantores novos, lembra da Adele? (não sei se ela serve como comparação, mas okay! xD) Então.
    Sobre os vestidos eu amei algumas ( tirando a da pena, odiei), principalmente o da Katy Perry como sempre diva e da Madonna também; amo esse estilo boyish ele é pouco explorado e achei muito corajosa da parte dela, simplesmente amei!! *O*
    HAHA Daft Punk tem um ótimo trabalho mesmo, eles mereceram ganhar!! *-*
    Lorde também mereceu ganhar essa música Royals é tapa na cara da sociedade pop (dos cantores pop e etc, bom, foi o que eu entendi através da letra da música!!), mããs acho que deveria ter sido outra música também como: Team que é maravilhosamente ótima ou Bravado, mas enfim, ela ganhou e eu estou muito feliz por ela!! :D
    Infelizmente eu não pude ver a programação do Grammy Awards eu não tenho TV a cabo -sad, much, sad- só fiquei sabendo através das redes sociais. xD
    Amei o post Takuma-san, tenha uma ótima semana você também!! *OOOO*

    Bye, bye!! Xoxo(~* 3 *)~

    ResponderExcluir
  2. Hahaha, engraçado você citar a Lana Del Rey, que eu amo demais e de forma alguma compararia com a Lorde. A Lana tem um potencial vocal diferenciado que eu amo, a Lorde é só mais uma que não vai durar muito. Estilo efêmero, pop demais e desaparece com o tempo, tipo Adele entende?!

    Eu vi a versão cover de Royals da Pixie Lott é lindo sim, mas foi bom pra mim entender que a melodia da música não me agrada mesmo. Independente de quem a cante. Quem sabe uma versão japonesa não caia melhor! Só acho!

    Fico feliz que tenha gostado do Post e muito obrigado pela visita sempre querida aqui Bell-Chan♥

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar seu comentário. É muito importante pra mim saber o que estão achando do blog e dos assuntos comentados. Arigatou!!^^
PS: Não aceitamos comentários Anônimos. Grato por se identificar!